Protocolo com Turismo de Portugal para incubação de startups no CETEC

13 Oct 2016

Horácio Pina Prata, presidente da NOVOTECNA, na assinatura do Protocolo com o Turismo de Portugal.

Horácio Pina Prata, presidente da NOVOTECNA, na assinatura do Protocolo com o Turismo de Portugal.

A NOVOTECNA – Associação para o Desenvolvimento Tecnológico assinou recentemente um protocolo de colaboração com o Turismo de Portugal com o objetivo de criar as condições necessárias à incubação de startups e ao desenvolvimento de novas ideias de negócio associadas ao setor do turismo, com ligações à área científica e tecnológica, tendo por base o recurso ao CETEC – Centro de Empresas Tecnológicas, situado no Complexo Tecnológico de Coimbra, projeto do qual é dinamizadora.

Ao integrar a lista das 27 incubadoras nacionais que celebraram este protocolo válido por 5 anos, reconhecidas pelo Ministério da Economia, (ex.: Startup Lisboa, Startup Braga, Startup Madeira, CEI – Centro de Empresas Inovadoras, Regia-Douro Park, Incubadora D. Dinis, ADRAL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, Territórios Criativos, entre outras), cuja cerimónia decorreu recentemente na Fundação Serralves, no Porto, na presença do Ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e da Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, a NOVOTECNA abraça assim a oportunidade de colaborar com o Turismo de Portugal no estabelecimento de “formas de cooperação visando a promoção do empreendedorismo e da inovação no setor do turismo”, “desenvolver estratégias de rejuvenescimento do tecido empresarial relacionado com a atividade turística” e “contribuir para a criação de condições favoráveis ao desenvolvimento de conceitos de inovação e sustentabilidade no setor do turismo”.

O empreendedorismo e a inovação são hoje fatores decisivos para o sucesso de qualquer indústria e o mesmo acontece no Turismo. A sustentabilidade do setor depende, em muito, da reinvenção sistemática das experiências nos destinos e melhoria dos sistemas de suporte. Para que isso possa acontecer é fundamental fazer do empreendedorismo e do apoio à inovação duas prioridades absolutas na estratégia para o futuro do turismo.

semana_do_turismo_0547

27 incubadoras assinaram o Protocolo de Colaboração com o Turismo de Portugal.

Com este protocolo o Turismo de Portugal vai assegurar ainda a participação de startups e de novas empresas associadas nas feiras de turismo no estrangeiro e promover contactos internacionais nesse contexto.

As áreas de cooperação previstas nestes protocolos são:

  • Fomento de uma cultura de empreendedorismo no setor do turismo, incluindo participação em iniciativas do Turismo de Portugal;
  • Assegurar a integração nos programas de incubação de startups e de novas empresas que visem desenvolver ideias de negócio no turismo;
  • Garantir condições de espaço, serviços de apoio, consultoria, mentoria e partilha de conhecimento, necessárias e adequadas ao desenvolvimento das respetivas ideias e de modelos de negócio;
  • Promover o desenvolvimento de um modelo de incubação especialmente direcionado para as ideias e modelos de negócio relacionadas com o setor do turismo.

A NOVOTECNA pretende, enquanto promotora do FabLab Coimbra, reforçar a diversidade oferecida pela Universidade de Coimbra – Alta e Sofia (Património Mundial da UNESCO), pela mobilização dos conceitos ligados à cultura e ao turismo da Região Centro, em particular da Região de Coimbra, enquanto destino. O FabLab está integrado numa rede global de mil laboratórios em comunicação permanente que funcionará como uma teia para o novo turista que procura cada vez mais competências, criatividade, e envolvimento numa cultura que projeta como futuro.

Portugal distingue-se por uma profusa Rede de FabLabs distribuída de forma equilibrada por territórios de baixa densidade e destinos urbanos do top trend mundial que se pretende colocar numa lógica de residências nas carteiras dos brokers de turismo a nível mundial.

De acordo com o presidente da NOVOTECNA, Horácio Pina Prata “este reconhecimento do governo face ao projeto de incubação CETEC da NOVOTECNA, com ligações à área da inovação, tecnologia, saúde e, agora, turismo, irá permitir colocar as empresas que se localizem nesta infraestrutura tecnológica com apoio da rede mundial do MIT [Massachusetts Institute of Technology] através da rede mundial dos FabLabs, numa ligação forte ao conceito do turismo da saúde, turismo cultural e turismo cientifico-tecnológico”.