Novotecna lidera Associação Portuguesa de Laboratórios de Fabricação Digital

23 Nov 2014

Esquerda para a direita: Presidente da Assembleia Geral e Presidente da Câmara Municipal de Paredes, Dr. Celso Ferreira e Presidente da Direção da APLFD, Eng.º Horácio Pina Prata.

A Novotecna continua a marcar posição na área da Fabricação Digital, agora como associada da Associação FabLabs Portugal – Associação Portuguesa de Laboratórios de Fabricação Digital, com a eleição de Horácio Pina Prata como Presidente da Direção da APLFD, na qual estão integradas entidades como a EDP, AIP, YDreams, ADXTur, Instituto Politécnico da Guarda e ainda a Fundação da Juventude.

A cerimónia realizou-se no passado dia 21 de Novembro de 2014 nas instalações da Novotecna,  com a tomada de posse dos órgãos sociais dada pelo Presidente da Assembleia Geral, Celso Ferreira – Presidente da Câmara Municipal de Paredes, contando ainda nos restantes órgãos sociais a Câmara Municipal de Óbidos, Universidade Nova de Lisboa, NERSANT, Escola Superior de Educação de Santarém, entre outras entidades de prestígio que constituem a Associação.

Horácio Pina Prata considerou este passo como “um reconhecimento do trabalho do FabLab Coimbra em prol da criatividade e inovação na comunidade científica e técnica, e na afirmação de Coimbra na rota mundial do empreendedorismo da Fabricação Digital e Prototipagem Rápida.”

A Novotecna assume assim um papel preponderante com forte posicionamento no universo da Fabricação Digital em Portugal e no mundo considerando o momento “gratificante pelo facto de entidades de referência que constituem a APLFD decidirem que a sede desta Associação seja em Coimbra, situada no Complexo Tecnológico, referência mundial na área da inovação, saúde e tecnologia”, reforçou Horácio Pina Prata.

A Associação Portuguesa de Laboratórios de Fabricação Digital orienta a sua atividade com vista a promover dois grandes vetores do crescimento: a Criatividade, atraindo para a rede conhecimento, personalidades e eventos promotores da criatividade e cidadania participativa, e a Inovação, proporcionando mecanismos de análise e viabilização de negócio com base nas invenções geradas no seio dos FabLabs.